Solicite um orçamento
(19) 3388-4491
(19) 99161-4409
contato@exprag.com.br
Atendemos Campinas e região.

Conheça nossos serviços:

Desratização

Controle de pragas urbanas direcionado para o controle e manejo de roedores, como: ratos, camundongos e ratazanas em ambiente urbano. Identificamos colônias desses animais eliminando-os no ninho. Elaboramos plano de ação visando o controle e diminuindo suas infestações a níveis aceitáveis.

Dedetização / Desinsetização

O uso de inseticidas químicos no controle de baratas consiste em uma prática amplamente difundida no mercado domissanitário. Hoje estão registrados vários produtos para o controle destas pragas, como piretróides (atuam na transmissão axônica), organofosforados e carbamatos (inibidores da acetilcolinesterase). Vários inseticidas sintéticos convencionais disponíveis no mercado são de ação neurotóxicas. São muito eficazes no controle de baratas, formigas, carrapatos, pulgas, traças, percevejos, aranhas, escorpiões, entre outros, onde cada inseto ou aracnídeo tem sua morfologia e sua forma de controle específico. Com experiência nos diversos tipos de inseticidas e práticas de controle, definimos os melhores métodos para cada espécie. Possuímos equipamentos capazes de alcançar os insetos em locais inacessíveis aos métodos convencionais de controle, como: pulverizadores, fumigadores, atomizadores, nebulizadores e polvilhadeiras. Utilizamos inseticidas de última geração – químicos, orgânicos, géis, pós, etc.

Descupinização

Os cupins são insetos que tem o hábito de se alimentarem de celulose, como papéis, livros, madeira, ou qualquer outro material derivado destes compostos. O controle de infestações de cupins é bastante complexo. São extremamente importantes as inspeções prévias, visando à identificação logo nos primeiros sinais de infestações. Contamos com uma equipe especializada no combate a cupins, que se preocupa em identificar a espécie para uma estratégia de aplicação que elimine os cupins sem danificar ou causar prejuízos no patrimônio do cliente.

Existem mais de 2.900 espécies de cupins descritas no mundo. No Brasil, pouco mais de 270 espécies e a maioria é benéfica, pois são decompositores e aeram o solo. Para cada espécie existe um método diferente de combate, por isso a necessidade de empresas especializadas para esse fim. São basicamente quatro espécies de cupins considerados pragas que infestam as grandes áreas urbanas:

Cupim subterrâneo (Coptotermes havilandi ou Coptotermes gestroi), que atacam quaisquer tipos de edificações e reconhecemos esta espécie pelos túneis de terra que faz nas paredes;

Cupim de Madeira Seca (Cryptotermes brevis), reconhecido pelos pozinhos granulados;

Cupim arbóreo (Nasutitermes sp.) normalmente infesta edificações próximas à Mata Atlântica e tem preferências por madeiramentos de telhado;

Heterotermes, são cupins de solo e atacam edificações situadas próximas ou estabelecidas em antigas áreas de pastos degradados.

Controle Integrado de Pragas Urbanas

Controle de integrado de pragas urbanas envolve controle de insetos, cupins de solo e madeira seca, controle e manejo de roedores, como: ratos, ratazanas e camundongos. O método visa impedir que vetores e pragas sinantrópicas, isto é, espécies adaptadas ao convívio com o homem, instalem-se e reproduzam no ambiente, através da adoção de medidas preventivas e corretivas, utilizando-se o máximo de competência técnica, bem como a correta aplicação de inseticidas e rodenticidas.

A inspeção do ambiente para identificação do problema e das pragas é indispensável. As decisões são baseadas nas informações coletadas em cada caso visando a proteção da saúde humana e a preservação do meio ambiente.

A solução para controlar a ação das pragas exige integração dos métodos possíveis de serem executados e sistema de monitoramento eficiente, associados às medidas preventivas e corretivas, controle químico e/ou biológico, evitando perdas econômicas e mantendo a qualidade para comercialização e consumo dos produtos, bem como o ambiente saudável.

Limpeza e desbacterização de caixas d'água

Fazemos a limpeza, higienização de caixas d’água e reservatórios de água de prédios, residências e indústrias visando preservar a potabilidade da água e prevenção de doenças.

A cada 6 meses as caixas d’água devem ser limpas. Esta é a recomendação de todos os órgãos competentes. Trabalhamos conforme as normas técnicas da CETESB e da portaria 518 de 25/03/2004, normas NR 33 (trabalho em espaço confinado) e NR 18 (Trabalho em altura).

Possuímos produtos de qualidade e todos os equipamentos necessários, como bombas submersas, lavadora de alta pressão, etc. Nossos técnicos avaliam se há necessidade de fazer a impermeabilização para que não ocorram vazamentos nem infiltrações. Os reservatórios devem ser limpos a cada 6 meses e mantidos sempre fechados, pois podem ser alvos de criadouros de mosquitos e larvas.

Controle e manejo de pombos e morcegos

Os pombos e morcegos são protegidos por lei, não podem ser exterminados, somente repelidos. Assim, desenvolvemos métodos exclusivos de repelência, além dos convencionais, adesivos, armadilhas físicas e visuais. Contudo, cada caso deve ser estudado separadamente para se determinar qual o melhor método. Todos os métodos utilizados não ferem os pombos, os morcegos ou seres humanos, e sempre consideramos as preocupações estéticas e ambientais. A repelência desses animais é importante para evitar as doenças que eles transmitem.